Se você lida com a entrega de obrigações tributárias no seu dia a dia, certamente já ouviu falar sobre solução fiscal em cloud. Mas o que talvez você não saiba ainda é como essa tecnologia pode ajudar a reduzir custos e melhorar a produtividade da sua área.

Para começar, contar com uma solução fiscal cloud significa armazenar com segurança e alta disponibilidade, todas as informações fiscais de forma totalmente online, ou seja: em nuvem.

Para começar, contar com uma solução fiscal cloud significa armazenar com segurança todas as informações fiscais sem se preocupar com backup, redundância, danificação de HD’s e disaster recovery, pois quando se trata de ambiente em nuvem, essa “dor de cabeça” deixa de existir, fazendo com que sua empresa foque no negócio e o seu provedor de nuvem cuide de sua parte técnica.

A tecnologia moderna e inovadora implementada em ambientes cloud garante a alta disponibilidade do seu sistema e informações, com a escalabidade de recursos computacionais automatizada. Não é preciso comprar hardware e esperar chegar para utilizá-lo, ou deixar de usá-lo (perder dinheiro), caso não precisar mais dele.

Utilizando a nuvem não há necessidade manter ativos físicos em seu escritório e gastar um dinheiro absurdo em hardware, que em pouco tempo pode se deteriorar ou quebrar a qualquer momento. Não há preocupação com energia, refrigeração dos servidores e disponibilidade de sua rede e internet. Os datacenters dos provedores de cloud possuem a mais moderna e avançada tecnologia para manter seus sistemas operando 24/7, com segurança maior até que a de presídios, com câmeras de vigilância e monitoramento dos ambientes, uso de crachá e duplo fator de autenticação e agentes de segurança.

Uma curiosidade: HD’s entram no datacenter, mas nunca saem de lá inteiros, mesmo que não forem utilizados. Para sair do ambiente físico, é necessário triturá-lo. Isso é para garantir que nenhuma informação seja vazada.

Com tudo isso, podemos dizer que o primeiro ponto de redução de custos e aumento de produtividade está relacionado à infraestrutura física, devido ao menor investimento em hardware e segurança destinado ao armazenamento local dessas informações, às vezes sazonais, fator que acaba deixando alguns equipamentos sem ou com pouco uso de processamento nos períodos fora de pico.

Mas não é só isso. Há ainda um grande ganho de produtividade com a maior agilidade nos processos, já que o acesso às informações é imediato e de fácil acesso, o que se traduz também em maior rendimento das equipes de trabalho.

Outras vantagens de adotar uma solução fiscal cloud incluem melhorias referentes à atualização de versões, automação dos processos, cálculos fiscais e cumprimento de obrigações legais, como apuração, escrituração, declaração, compensação, recolhimento e entregas.

Com tantos benefícios, vem crescendo o número de empresas que estão aderido às soluções em cloud. Um estudo divulgado em 2016, por exemplo, aponta que 80% das corporações na América Latina têm alguma aplicação em nuvem.

Leia mais: Como atender a obrigação da EFD REINF e ainda diminuir custos?

Mitos sobre solução fiscal cloud

Apesar dos avanços na adoção de soluções cloud, existem alguns mitos que insistem em permanecer. Veja só o que temos a dizer sobre eles.

Armazenar dados em nuvem não é seguro

É comum sentir receio em hospedar informações importantes em um ambiente que esteja “fora” da empresa. A questão, porém, é que este ambiente é gerenciado por uma equipe de especialistas preparada para proteger os dados da companhia com diversas regras de segurança, processos de disponibilidade e contingência que é praticamente inviável replicar todos esses recursos dentro da empresa. Daí a importância de escolher um fornecedor idôneo e com reconhecimento do mercado.

Solução fiscal cloud tem alto custo

Os custos de hospedagem em soluções cloud podem ter sido altos no passado, devido à novidade do recurso em outras épocas. Hoje, porém, essas despesas vêm diminuindo bastante e, se somarmos isso às economias que são geradas em outras áreas com a utilização destas soluções, chegamos à conclusão de que a computação em nuvem realmente tem o melhor custo-benefício.

Gostou do artigo? Continue acompanhando o blog e não deixe de comentar suas dúvidas e sugestões para próximos textos, pois responderemos o mais breve possível. Não se esqueça de compartilhar nossas informações em suas redes sociais.

Leia também: Aproveite a obrigatoriedade da entrega da EFD Reinf para rever o seu fornecedor atual

Please follow and like us:
error

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu