UX

Há pouco mais de uma década, se destacar no mercado de software não era tão complexo. Ao criar uma solução funcional e com o mínimo de inconformidades, uma empresa já saía na frente da concorrência. Mas, hoje, a situação é completamente diferente, e quem ignora conceitos como o UX (User Experience) e Cloud computing tende a ser superado.

Já não basta ter uma boa ideia. Hoje, software existem aos milhares e a maior parte dos empresários já entende a importância da transformação digital. Assim como em outros setores, as soluções tecnológicas precisam atender necessidades específicas dos usuários e entregar uma experiência completa.

<<<Entenda mais, neste GUIA PRÁTICO, quais os elementos que realmente transformam digitalmente a sua empresa e quais os benefícios dessa jornada!

É nesse ponto que um Roadmap da transformação digital faz toda diferença. A partir de um “roteiro” de entrevistas, com o usuário fiscal,  a participação do UX é capaz de trazer benefícios reais para os usuários.

Quer entender mais sobre o assunto? Então, confira a nossa postagem completa.

Vejam também>>>>>UX no Fiscal: o futuro da solução especialista e inovadora de verdade

O que é um Roadmap da transformação digital?

Roadmap, basicamente, significa roteiro ou mapa. Uma tradução que ajuda a entender bem o conceito, cuja função é descrever e acompanhar as etapas de um projeto ou estratégia. Assim, um Roadmap da transformação digital é o acompanhamento sobre uma iniciativa de reformulação tecnológica.

Por exemplo, em um projeto de criação de software especialista o Roadmap é responsável por traçar o passo a passo até a implementação da solução na empresa do usuário. Um roteiro completo, que precisa incluir o UX a fim de personalizar a solução fiscal de acordo com as necessidades do futuro usuário.

Em suma, o Roadmap da transformação digital é uma maneira de alinhar equipes e processos em um projeto voltado à usabilidade com tecnologia, garantindo máxima eficiência e diminuindo os riscos de desperdício de recursos – financeiro, de mão de obra e de tempo.

Veja também>>>>>Redução de custos: como a solução em nuvem pode te ajudar?

Mas como funciona o UX na solução fiscal e quais as suas vantagens?

Se no passado a criação de uma ferramenta funcional era o principal ponto para muitos usuários, hoje em dia, toda marca que deseja ter sucesso em um projeto precisa trabalhar dois conceitos essenciais: UX (User Experience) e Cloud Computing (Nuvem).

O UX, como você já sabe, envolve pesquisas, processos e análises para encontrar as melhores soluções para os usuários junto com eles. No setor de software, ela demonstra que as empresas já entenderam que não basta criar uma ferramenta funcional, é preciso garantir que ela tenha o perfil, o jeito, a “cara” do usuário.

A introdução do UX no mundo da Tecnologia da Informação é justamente para certificar que as novas soluções apresentem funcionalidades dinâmicas e tornem o dia a dia dos clientes mais produtivo.

Já  cloud computing (a nuvem) é o resultado direto dessa transformação – para um gestor de TI é uma tecnologia que nem pode mais ser considerada um diferencial, pois é praticamente impossível imaginar uma Solução Fiscal completa sem as facilidades da nuvem. Ou seja, é um conceito obrigatório em todo software.

Mas, quais são as vantagens para o usuário quando um software é desenvolvido utilizando esses dois conceitos? Confira alguns dos principais benefícios.

Solução imediata para a empresa

Quando o software é desenvolvido utilizando o UX como fonte de informação, ele é capaz de corresponder às necessidades do usuário de maneira imediata. Assim, um dos pilares do UX é justamente contar com a participação dos usuários finais e seus gestores, entendendo como a nova solução pode, de fato, ser algo de valor para o negócio.

Dessa forma, depois de aprovada as sugestões do usuário, sendo a solução em cloud, as alterações ficam disponíveis tão logo o provedor da solução a disponibilize. Assim, trazendo agilidade no acesso de todos os usuários às melhorias sugeridas e implementadas. 

Fim de retrabalhos e desperdícios

Se a solução corresponde às carências da empresa de maneira imediata, significa que a taxa de retrabalho e desperdícios logo será minimizada ao máximo. Com a tecnologia cloud, isso se torna ainda mais real, pois a rotina das equipes é otimizada por completo.

Redução de custos

A alta produtividade propiciada por um software completo e único já resulta em melhores números para a empresa. Além disso, a diminuição das taxas citadas anteriormente são fatores que trazem uma redução de gastos na infraestrutura da sua empresa.

A Cloud Computing traz para a sua empresa algumas vantagens, como: a mitigação da troca do parque de computadores a cada período (3/4/5 anos, por exemplo). Além disso, consequentemente, reduz consideravelmente o número de colaboradores específicos do setor de infraestrutura; elimina a necessidade de atualização de software (consultores, gerentes de projetos), entre outras vantagens. 

<<<Descubra neste GUIA PRÁTICO quais as vantagens e os benefícios em adotar uma solução verdadeiramente em nuvem!

Quais os impactos para as áreas de negócio (Fiscal e TI)?

No setor Fiscal há uma necessidade constante de segurança das informações e agilidades nos processos e ainda a preocupação da conformidade com o fisco. Tudo para garantir que a empresa consiga cumprir suas obrigatoriedades tributárias e com menor risco de autuações.

É claro que a cobrança por essa estabilidade acaba recaindo sobre o setor de TI, pois ele é o responsável por indicar e monitorar a solução fiscal necessária para que os vários processos sejam executados de maneira a gerar as obrigações corretamente.

Assim, quando a sua empresa conta com uma  Solução Fiscal completa e em cloud, desenvolvida dentro do conceito do UX, e com os mesmos padrões e conceitos exigidos pelo usuário a corporação é impactada positivamente.

Consequentemente, o Fiscal passa a ser aderente aos requisitos legais exigidos pelo governo, mas com funcionalidades que atendem suas necessidades de usabilidade. Além disso, o gestor de TI tem a sua rotina facilitada com um software tecnologicamente avançado e sem necessidade de se preocupar com infraestrutura e todas atividades decorrentes. 

Em suma, o UX no setor Fiscal é muito mais que um conceito aleatório. Ela é peça fundamental para que áreas essenciais das empresas tenham a sua rotina facilitada e a nova solução torne-se rapidamente um fator indispensável para o negócio. Mas é claro que não se trata de um processo isolado, a participação do usuário é essencial para o sucesso desse tipo de projeto.

Gostou do artigo? Que tal agora baixar o nosso e-book para entender os mitos e verdade sobre Cloud de verdade?

Please follow and like us:
error

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu