eSocial simplificado

O eSocial Simplificado é só mais uma prova do quanto a área de Departamento Pessoal passou por mudanças significativas ao longo dos anos, tanto em termos legislativos quanto em relação às obrigatoriedades – principais e acessórias.

Mas, sim, o eSocial foi o elemento que revolucionou o setor,  permitiu que todas as obrigações trabalhistas fossem repassadas a partir de um banco único de dados de informações. E a sua versão Simplificada conseguiu melhorar ainda mais o cenário.

No entanto, a versão mais nova do eSocial pode ser um problema para DPs que ainda não estão preparados. Departamentos Pessoais que demoraram para se adequar às versões antigas do eSocial e que agora apresentam atraso em relação ao eSocial Simplificado (S-1.0).

O seu Departamento Pessoal está preparado? Como isso impacta alguns dos principais setores da sua empresa? Continue lendo para saber mais.

Boa leitura!

Qual o impacto do eSocial Simplificado?

A grande preocupação de muitos gestores de Departamento Pessoal em relação ao eSocial Simplificado é justamente o período e a forma de adaptação entre a versão antiga e a nova da plataforma. Ou seja, de 10 de maio de 2021 a 9 de março de 2022.

Então, para facilitar a vida desses profissionais, foi publicada uma nota orientativa S-1, que traz todo o direcionamento sobre as regras de convivência do antigo eSocial, que era a versão 2.5, para a versão atual do eSocial, o Simplificado.

Período de convivência entre as versões antigas e o eSocial Simplificado

As relações trabalhistas, o cumprimento das regras, dos proventos, dos descontos e das verbas informativas, que são permeadas nos contratos de trabalho, terão um período de convivência entre as versões antigas e a nova do eSocial.

Portanto, no espaço de tempo entre 10 de maio de 2021 até 9 de março de 2022, que se caracterizará como período de transição, a sua empresa precisará se atentar ao envio dos eventos.

Independentemente da versão transmitida, é preciso ter em mente que a partir de 10 de maio deste ano as tabelas que estarão vigentes do eSocial serão as da nova versão, a Simplificada.

Qual é a tabela do novo calendário 2021 do eSocial simplificado?

Como a tabela a ser considerada no período de transição será do eSocial Simplificado, nada melhor do que conhecê-la adequadamente. Como consta na Portaria Conjunta SEPRT/RFB nº 76, o calendário é o seguinte:

  • Grupo 1 (Fase 4): a partir de 08 de junho de 2021;
  • Grupo 2 (Fase 4): a partir de 08 de setembro de 2021;
  • Grupo 3 (Fase 4): a partir de 10 de janeiro de 2022;
  • Grupo 4 (Fase 4): a partir de 11 de julho de 2022.

Quais os impactos para o gestor de departamento pessoal?

Mais do que qualquer profissional, o gestor de Departamento Pessoal é o que será mais impactado com todas essas mudanças advindas do lançamento do eSocial Simplificado.

É preciso ficar alerta e se organizar, pois, agora, em 2021 há um volume grande de mudanças impactantes. Há, por exemplo, as penalidades das Leis Gerais de Proteção de Dados (LGPD), a partir de agosto de 2021, além da nova versão do eSocial em maio. Dessa forma, não se pode descuidar quanto aos prazos e conformidade das regras da era trabalhista digital.

É preciso prestar atenção para que não haja a criação de passivos e futuramente multas, sendo necessária toda uma adequação e revisão desses eventos.

Outro ponto fundamental nessa nova rotina do gestor de DP é garantir a utilização de uma solução tecnológica adaptada à versão (S-1.0) do eSocial Simplificado. A mudança já é real. Portanto, uma solução correspondente também precisa ser uma realidade.

Acesse e conheça a nossa solução HCM!

Quais os impactos para o gestor de TI?

É papel do TI assumir o protagonismo, quando a sua empresa não conta com uma solução tecnológica para eSocial de verdade, 100% em cloud e integrada, que corresponda às novas exigências do governo.

O TI também é o mais capacitado para encontrar uma solução compatível e que se integre completamente ao ERP atual da sua empresa e garanta conformidade completa.

Por outro lado, essa responsabilidade pode tirar o foco do TI em outras atividades importantes da empresa. Um preço que o seu negócio terá que pagar por não ter se preparado previamente.

Conclusão

A vigência do eSocial Simplificado se aproxima e o seu DP ainda tem muito a fazer em termos de adaptação.

Mas, não é preciso se desesperar. Ao investir na contratação de uma ferramenta especialista, você garante 100% de integração com os principais módulos de capital humano: Folha, SESMT, eSocial e ponto eletrônico mobile!

Ou seja, você terá a compatibilidade completa com a nova versão do eSocial e conseguirá repassar as informações em blocos sem dificuldades.

Basicamente, o seu DP entrará em conformidade sem precisar deslocar todo o TI em uma missão quase impossível. E não precisa nem esperar chegar o mês de maio, você pode garantir essa conformidade hoje mesmo. Gostou do conteúdo de hoje? Conte para a gente nos comentários abaixo e entenda como quais são as mudanças do novo leiaute do eSocial simplificado (S-1.0)  para 2021!

Please follow and like us:
error

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu