Adotar um sistema de Enterprise Resource Planning (ERP) ainda é uma estratégia bastante questionada por muitas organizações. O maior motivo está relacionado à implantação e às atualizações, que costumam ser difíceis e onerosas. Bom, costumavam.

Assim como muitas soluções, os ERPs passaram por modernizações. E a proposta de levar esses sistemas de gestão para a nuvem, facilitando a rotina dos funcionários e otimizando os processos de implantação e atualização, tem feito muitas empresas repensarem seus conceitos e colocarem no planejamento a contratação desse tipo de serviço.

Quem comprovou esta mudança de pensamento foi a Oracle, por meio do seu relatório “Tendências ERP 2018”. De acordo com os resultados, aproximadamente 76% dos entrevistados revelaram que planejam migrar seus sistemas de gestão para cloud a fim de atualizá-lo com frequência.

Para realizar o estudo, a Oracle entrevistou cerca de 100 tomadores de decisão, clientes e prospects de empresas em todo o mundo em 2017, com o objetivo de conhecer seus planos em tecnologia para 2018 e 2019.

LEIA MAIS: Cuidados na hora de fazer a implntação de ERP na sua empresa

 

Tendências do ERP para os próximos anos

Os resultados divulgados pela Oracle mostram o quanto as empresas andam preocupadas em manterem a saúde financeira em dia.

Conforme a tecnologia se torna mais eficiente, mais empresas avaliam as soluções de mercado com outros olhos, percebendo o quanto os recursos da nuvem podem ser seguros e vantajosos.

Analisando os resultados do “Tendências ERP 2018”, a Compliance Soluções Fiscais reuniu neste artigo quatro pontos importantes que reforçam o quanto um ERP Cloud pode ser interessante para as organizações:

ERP na nuvem é um caminho sem volta

Como dissemos no começo deste artigo, um sistema de gestão não fazia parte do planejamento empresarial, porque costumava ser caro demais. Porém, as soluções de ERP Cloud, na nuvem, têm mostrado há algum tempo o quão econômicas elas podem ser.

Em um cenário no qual 45% dos entrevistados evitam investimentos com infraestrutura e 33% não desejam gastar com atualizações de seus ambientes, ainda de acordo com estudo da Oracle, a saída é apostar em soluções que permitam infraestrutura mínima e que cabem no bolso, com total segurança de dados, como o Oracle ERP Cloud, por exemplo.

Atualização é o chamariz de um ERP na nuvem

Em tempos de alta concorrência e corrida contra o tempo, podemos contar nos dedos as empresas que possuem tempo e orçamento para fazer manualmente as atualizações exigidas pelos sistemas utilizados no dia a dia.

E um ERP Cloud vem justamente acabar com esses processos morosos e caros. Não é à toa que para 81% dos entrevistados, a atualização facilitada é o maior dos benefícios de um ERP em nuvem.

De acordo com o Nucleus Research, o ROI com a nuvem é 3,2 vezes maior em comparação com o ERP instalado diretamente nos servidores das empresas.

Uma tecnologia chama a outra

Uma vez mergulhadas no que há de mais atual, as empresas se recusam a regredir e passam a estar antenadas no que há de mais novo em seus segmentos de atuação para se manterem competitivas.

No setor de finanças, por exemplo, uma série de novas tecnologias está entrando aos poucos na rotina, entre elas o blockchain, inteligência artificial, machine learning, internet das coisas, computação cognitiva, chatbots e realidade aumentada.

Uma dica importante é validar se o seu stack de soluções estão up to date com essas novas tecnologias que estão chegando. Ter um ERP Cloud rodando integrado com outras soluções que não são cloud de verdade, por exemplo, pode não trazer o resultado esperado.

Possibilidade de relatórios mais completos

De acordo com o estudo da Oracle, 60% dos executivos de finanças geram relatórios diretamente de seus ERPs, onde encontram informações mais completas e precisas.

Para evitar possíveis erros das planilhas de dados tradicionais, muitas empresas estão migrando aos poucos seus departamentos para a nuvem, começando pelos dados contábeis (70%), seguidos por compras e pagamentos prioritários (67%) e recursos de aprovação de orçamentos (62%).

Se a sua empresa planeja adotar um sistema de gestão fiscal, contábil e RH na nuvem, complementar ao seu ERP, pesquise àquelas empresas que realmente possuem uma solução cloud.

A Compliance Fiscal por exemplo é referência em solução Cloud e líder em Oracle ERP Cloud no Brasil.

Sua solução é 100% web, com inteligência fiscal nativa, construída em um único produto e com integração para os principais sistemas de gestão de mercado e validada pela Oracle para o ERP Oracle Cloude e ERP Oracle e-Business Suite, Oracle JD Edwards e Oracle PeopleSoft, além de SAP, Microsoft Dynamics, INFOR e sistemas legados.

Para conhecer melhor os serviços da Compliance Fiscal, deixe sua mensagem nos comentários ou clique aqui e entre em contato.

Please follow and like us:
error

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu