Inovação sempre provoca mudanças! A entrega da EFD Reinf é um bom exemplo disto. Para estar em dia com essa nova obrigatoriedade do governo, as empresas estão tendo que se adaptar novamente para atender à legislação.

Dessa forma, quem ainda não tem um sistema fiscal especialista, está correndo para implantar um que acompanhe com inteligência a velocidade e a complexidade do calendário fiscal brasileiro, para focar mais tempo no que é realmente importante para o seu negócio, enquanto outras companhias reavaliam se o atual fornecedor possui tecnologia para suprir todas as necessidades e ainda ajudar a baixar os custos totais de propriedade.

Faltando menos de seis meses para o início da entrega da EFD Reinf, Escrituração Fiscal Digital das Retenções e Informações da Contribuição Previdenciária, é preciso agilizar o processo de seleção e contratação de um sistema específico da área fiscal. Isso porque, geralmente, são necessários 60 dias para implantar e parametrizar o software, fazer integrações com o ERPs ou outras soluções fiscais, além de treinar as equipes que vão utilizar a ferramenta.

Embora alguns ERPs tratem esse tipo de informação, estes sistemas são considerados limitados por especialistas, pois eles não possuem regras de inteligência, cálculo e validações que uma solução especialista oferece antes de enviar os dados ao Fisco, evitando risco de exposição desnecessária da empresa e multas por falhas e não-conformidades.

A EFD Reinf foi criada com o intuito de simplificar a burocracia e facilitar a entrega de informações ao fisco, como por exemplo a Declaração de Imposto de Renda Retido na Fonte (DIRF).

No entanto, mais uma vez é preciso estar atento e verificar se o sistema atual da empresa atende a todos os requisitos dessa obrigatoriedade, para evitar surpresas no período de envio, que começa em janeiro de 2018.

Um dos pontos principais que a empresa precisa avaliar é se a ferramenta atual é capaz de ser ajustada ou atualizada a cada nova alteração fiscal, sem interferir na produtividade das equipes e na rotina de atividades, incluindo as de outras áreas core da empresa.

Leia também: Manual do eSocial para empresas

Qual software escolher para entrega da EFD Reinf?

Se a sua empresa verificar que é preciso trocar o fornecedor do sistema atual ou mesmo contratar uma ferramenta nova, a primeira questão que pode vir à cabeça é o custo para implantar uma tecnologia especializada para a entrega da EFD Reinf somada ao investimento já realizado no passado.

Antes de escolher o software mais adequado, é necessário ter em mãos todas as informações técnicas, para escolher um sistema inteligente e com uma tecnologia atual. Também deve ser levado em consideração todos os benefícios que ele traz, como por exemplo usabilidade e segurança na geração e envio das informações, o que torna mais fácil e produtiva as atividades do dia-a-dia, evita retrabalhos, diminui erros e não-conformidades, além de proteger a companhia de multas por erros ou atrasos na transmissão.

Se a sua empresa ainda está em dúvida em qual software escolher, clique aqui e baixe grátis o nosso infográfico com o comparativo das principais soluções fiscais do mercado.

Assim, fica mais fácil analisar diferenciais como integração, suporte, usabilidade, entre outros aspectos que devem ser analisados antes da contratação.

E faça também a sua avaliação!

Se ainda tiver mais alguma dúvida, contate a nossa equipe para mais informações.

Ah, ainda quer saber mais sobre o EFD-REINF? Leia mais detalhes no e-book Guia Prático do EFD REINF. Clique aqui e baixe gratuitamente.

Please follow and like us:
error

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu