compliance fiscal

A cada novo ciclo a prática do compliance fiscal se torna mais importante dentro das empresas. Com o acesso às informações facilitados e gestores mais bem preparados, o mercado fica cada vez mais nivelado. Assim, “obrigando” as empresas a buscarem diferenciais em áreas que, em geral, fogem do core business, por exemplo: Fiscal, Setor Pessoal e Jurídica.

Com capacidade igualada na criação de produtos e serviços oferecidos, cada empresa precisa descobrir alternativas para faturar mais e realizar investimentos além da concorrência. É nesse ponto que o compliance fiscal faz toda a diferença. Graças à estratégia, é possível equilibrar as questões fiscais e jurídicas das empresas e ainda obter vantagens pontuais.

Mas, o que é o Compliance fiscal realmente? Como ele ajuda na questão financeira da sua empresa? Para entender tudo sobre a estratégia, confira o artigo completo que preparamos para você.

Boa leitura!

O que é compliance fiscal?

Compliance é uma palavra originária da língua inglesa e significa exatamente “conformidade”. Uma tradução que ajuda a entender bem como o termo é aplicado no mundo institucional, estando relacionado ao cumprimento de obrigatoriedades legais por parte das empresas.

Basicamente, compliance fiscal é o cumprimento das normas legais de uma empresa em relação às obrigatoriedades fiscais. O trabalho do compliance é garantir a conformidade do negócio perante as leis vigentes no país.

Quais os desafios do compliance fiscal aqui no Brasil?

Para manter a empresa em conformidade, o trabalho do compliance fiscal se concentra em detectar e resolver quaisquer incoerências relacionadas às obrigatoriedades tributárias, por exemplo:

  • erro nos formatos dos arquivos;
  • inconformidades legislativas;
  • desvio de informações;
  • atraso nas entregas.

Em teoria, é um conjunto de tarefas possível de ser realizado pela maioria dos profissionais. O grande problema é que a legislação tributária brasileira é extremamente complexa.

Além de não ser uniforme, com munícipios, estados e governo federal, muitas vezes, aplicando normas diferentes, a quantidade de leis é enorme. Não obstante, o empreendedor ainda corre o risco de ser surpreendido por mudanças e criações de leis diariamente.

Esse cenário, que se assemelha a uma entropia, torna o trabalho do compliance fiscal dentro das empresas um grande desafio. Um profissional ou mesma uma equipe bem preparada não é capaz de acompanhar todas as alterações legislativas e garantir conformidade utilizando ferramentas manuais, limitadas ou obsoletas.

Só para ter uma ideia do quão complexo é o trabalho do compliance fiscal, o texto corrido da legislação trata:

  • da responsabilidade tributária do contribuinte;
  • das penalidades para os infratores.
  • dos tributos a serem pagos;
  • das formas de fiscalização.

Mas então, como garantir a conformidade fiscal?

Sem uma conformidade completa, além de multas e sanções jurídicas, a sua empresa corre o risco de ter as atividades paralisadas ou suspensas de vez – afinal, uma instituição não pode funcionar sem estar de acordo com o Fisco.

Mas então, como o compliance fiscal consegue garantir o equilíbrio da empresa em meio a uma legislação tão complicada?

Solução fiscal especialista

A solução fiscal especialista é um software capaz de resolver todos os problemas citados no tópico anterior, sem que você precise investir na contratação de mais funcionários. É uma ferramenta desenvolvida por e analistas do setor fiscal com o objetivo de otimizar e organizar a rotina tributária da sua empresa. Ao implementar uma solução desse nível, o seu setor fiscal ganha:

  • Inteligência Fiscal Nativa;
  • Implantação Rápida;
  • Menos Risco Fiscal;
  • Redução de Custos;      
  • Mais Performance;
  • 100 % em Cloud;
  • Mais Segurança.

De todas essas vantagens, sem dúvida, a mais importante é a inteligência fiscal nativa. Ela é o que garante a tão importante conformidade, independentemente do cenário fiscal. Por causa da IA contida na solução fiscal, a sua empresa se adéqua às obrigações municipais, estaduais e federais. E ainda que haja uma mudança repentina, o software se atualiza sem demandar custo adicional.

Outra vantagem de uma solução fiscal especializada é a cloud computing, tecnologia que permite ao gestor e outros profissionais autorizados acessar a ferramenta de qualquer lugar. Não há limitação presencial, é possível realizar configurações ou mesmo acompanhar relatórios fiscais de maneira remota.

Em suma, uma solução fiscal especializada oferece toda a capacidade de ERPs de classe mundial, com o diferencial da inteligência nativa. Você consegue otimizar todo o trabalho do setor e assegurar a conformidade fiscal.

BPO Fiscal

Outra maneira de superar de trabalhar o compliance fiscal de maneira prática e eficaz é adotando um BPO (Business Process Outsourcing). A Terceirização de Processo de Negócios é a estratégia onde a sua empresa repassa a execução de alguns processos para um especialista.

No BPO fiscal, logicamente, você passa a responsabilidade de parte ou o do setor inteiro para a empresa especialista. Além de ferramentas específicas e de alta capacidade, a empresa do BPO utiliza equipe técnica para resolver os problemas do seu negócio.

Em termos de vantagem, o BPO se destaca pela flexibilidade. Por exemplo, digamos que você já conte com um equipe de compliance fiscal e até com softwares próprios, porém, uma emergência acontece e o seu pessoal não consegue dar conta da demanda fiscal. O que você faz? Contrata o BPO.

O BPO não impede que você faça investimentos próprios, ele apenas assegura que a sua empresa esteja em conformidade fiscal sempre que precisar. Na prática, é uma estratégia de solução de compliance fiscal. Você fica livre para focar no core business, ao mesmo tempo em que a sua empresa passa a contar com:

  • saneamento de cadastros e recuperação de arquivos XML;
  • preenchimento e entrega correta das obrigatoriedades;
  • cumprimento de prazos fiscais;
  • com profissionais capacitados;
  • ferramentas de automação.

Como o compliance fiscal impacta na saúde financeira e jurídica da sua empresa?

Como explicado na introdução, com o nivelamento na qualidade dos produtos e serviços do mercado, as empresas passaram a buscar alternativas em setores que não fazem parte do core business a fim de angariar novos recursos – ou, pelo menos, diminuir os gastos financeiros.

O compliance fiscal também é determinante nesse tipo de estratégia, pois, atualmente, estar de acordo com a legislação, mantendo o equilíbrio tributário da empresa, é sim uma grande vantagem institucional.

Ao não conseguir entrar em conformidade fiscal, a sua empresa acaba pagando multas e juros tributários. Além disso, ela perde qualquer oportunidade de benefício concedida pelo governo, como, por exemplo, a recuperação de créditos.

Com isso, o montante que poderia ir para as áreas de produção, vendas e atendimento, acaba tendo que ser investido no pagamento de tributos atrasados e processos jurídicos a fim de melhorar a situação da empresa perante a legislação tributária.

Qual o impacto do compliance para outros setores do seu negócio?

No mundo corporativo o compliance fiscal não é único modelo aplicado pelas empresas. Outros setores do negócio, como o Departamento Pessoal, também são contemplados com essa estratégia.

Assim como acontece com o Fiscal, o trabalho do DP é otimizado a partir de uma solução HCM especialista, possibilitando que o gestor tenha o controle dos processos, de forma integrada, sem mesmo precisar estar presente na empresa.

Uma boa solução HCM, como a da Compliance Capital Humano, deixa a rotina do Departamento Pessoal muito mais dinâmica e segura e ainda pode ser integrada a qualquer sistema de folha de pagamento, dispondo ainda de módulos de processos essenciais para um DP, tais como:

Veja abaixo algumas dicas importantes para escolher uma solução HCM:

Por fim, uma estratégia de compliance impacta positivamente a área de TI. Com soluções 100% web no setor Fiscal e no Departamento Pessoal, os profissionais de TI conseguem desenvolver sua rotina sem ter que resolver constantes problemas – o que é normal quando a empresa utilizado sistemas ultrapassados.

Assim, além de uma rotina mais produtiva, o TI se torna capaz de trabalhar em soluções novas e específicas para o dia a dia da empresa, favorecendo, de fato, o core business do negócio.

Por fim, a alta competitividade atual do mercado não permite mais amadorismo e nem morosidade por parte dos gestores. Adotar o compliance fiscal e outras estratégias de otimização é possibilitar que a sua empresa trabalhe com o máximo de recursos, aproveitando as vantagens de estar em conformidade com as obrigatoriedades tributárias. Não fique para trás.

O que achou do conteúdo de hoje sobre como garantir conformidade e segurança por meio do Compliance Fiscal? Conte para a gente nos comentário abaixo e não deixe de baixar o nosso e-book que mostra quais são os elementos que realmente transformam digitalmente a sua empresa e quais os benefícios dessa jornada! Clique no banner abaixo!

Please follow and like us:
error

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu