Em 10 de janeiro de 2019 começa uma nova fase da EFD-Reinf! O Grupo 2, formado pelas empresas que faturaram abaixo de 78 milhões em 2016, vão iniciar as entregas de informações fiscais referentes aos fatos ocorridos em 1º de janeiro.

A Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais (EFD-Reinf) corresponde a um módulo do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED), que complementa o eSocial.

Enquanto o eSocial foca nas informações referentes a empregados, a EFD-Reinf chega como uma forma de reunir, em uma mesma plataforma, os dados referentes às notas fiscais de prestadoras de serviços que não têm vínculos empregatícios.

Assim como o Grupo 1, as organizações que compõem o Grupo 2 devem entregar 14 registros diferentes, gerando arquivos XML que podem ser consultados sempre que necessário. As entregas são mensais e devem acontecer até o dia 15 do mês seguinte.

Como se preparar para a entrega da EFD-Reinf?

As empresas que vão entregar as informações para a Receita Federal têm acesso a um Manual de Orientação da EFD-Reinf (MOR) e podem fazer o download dos leiautes para conhecer o sistema e fazer os testes.

Esta é uma fase muito importante, já que as empresas saberão exatamente quais informações devem ser enviadas e a forma correta de fazer isso.

Além dos testes e do manual, é importante que os departamentos responsáveis pelo envio já tenham um processo interno bem organizado, pois este fator será decisivo na hora de reunir os dados e fazer a entrega sem atrasos.

Inclusive, a EFD-Reinf, assim como o eSocial, mexeu bastante com a rotina das empresas, principalmente daquelas que ainda não haviam adotado um método padronizado para organizar suas notas fiscais e demais documentos referentes às prestações de serviços.

Com uma fiscalização mais acirrada, será necessário que os departamentos façam uma organização de seus processos e contem com boas ferramentas automatizadas para facilitar o envio das informações para os órgãos fiscalizadores.

Sua empresa está preparada para o EFD-Reinf?

Ter um bom ERP é um dos passos iniciais para organizar os dados fiscais e enviá-los com total segurança. Se você não está satisfeito com a solução que utiliza atualmente, saiba que ainda dá tempo de encontrar um novo fornecedor e garantir as entregas no prazo.

O primeiro passo é prospectar um bom fornecedor de sistemas fiscais no mercado e organizar com ele as melhores datas para implantação, homologação, organização das informações e entrega.

Se for um ERP na nuvem, melhor ainda, pois sua empresa aumentará a segurança dos dados compilados e não precisará se preocupar com as atualizações constantes, pois todas as alterações são feitas automaticamente pelos administradores da plataforma.

Portanto, se sua empresa está em busca de uma solução bem completa, conheça a Compliance Fiscal. Referência em solução Cloud e líder em Oracle ERP Cloud no Brasil, oferece uma ferramenta 100% web.

A solução fiscal da Compliance possui integração com os principais sistemas de gestão de mercado, sendo validada pela Oracle para o ERP Oracle Cloud e ERP Oracle e-Business Suite, Oracle JD Edwards e Oracle PeopleSoft, além de SAP, Microsoft Dynamics, INFOR e sistemas legados.

Para conhecer melhor os serviços da Compliance Fiscal, deixe sua mensagem nos comentários ou clique aqui para entrar em contato.

Please follow and like us:
error

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu